PUBLICIDADE

Projeto da USP ajuda desempregados na pandemia a ter renda com recicl√°veis em Ribeir√£o Preto, SP

Por AGORA CIDADES em 31/05/2021 às 07:34:24
'Cata Sonho' treina trabalhadores para atuar na coleta, na separa√ß√£o e na venda de materiais. N√ļmero de inscritos triplicou desde o in√≠cio da a√ß√£o. USP desenvolve projeto com a prefeitura ajudar fam√≠lias com renda da coleta seletiva

Trabalhadores que ficaram desempregados durante a pandemia encontraram na reciclagem uma fonte de renda para sobreviver em Ribeir√£o Preto (SP). Por meio do projeto "Cata Sonho", desenvolvido pela Universidade de S√£o Paulo (USP) em parceria com a Prefeitura Municipal, eles recebem treinamento e desenvolvem a atividade.

Os coletores se re√ļnem em um barrac√£o onde limpam, separam e depois vendem os materiais recicl√°veis, dividindo os lucros. No come√ßo da pandemia, apenas tr√™s coletores faziam todo o trabalho. Hoje, j√° s√£o 11.

Por mês, o "Cata Sonho" separa e destina corretamente cerca de 12 toneladas de material reciclável.

A motorista Cibele Balieiro perdeu seu emprego na pandemia, mas por meio do projeto continua realizando seu sonho de concluir a graduação.

"Meu objetivo maior é pagar minha faculdade, mesmo porque eu estou no √ļltimo ano, ent√£o eu precisava de uma renda. Para mim, est√° sendo um trabalho felic√≠ssimo", diz Cibele.

Projeto Cata Sonho ajuda famílias que perderam o emprego durante a pandemia

Reprodução/ EPTV

A coordenadora do projeto, Kelly Cristina da Silva, acredita que o "Cata Sonho" ajuda as pessoas a enxergarem o mundo diferente. Ela ressalta que a coleta seletiva é importante para o meio ambiente.

"Tudo que voc√™ pensa que joga fora, est√° dentro da cidade, dentro do mundo, dentro do universo, ent√£o n√£o existe jogar fora. Eu penso que o meio ambiente é a extens√£o da nossa casa [...] ent√£o a gente precisa cuidar do meio ambiente como se fosse a coisa mais importante que a gente tem", afirma Kelly.

Valdemir e Zilma encontraram na coleta seletiva um meio para sustentar a família

Reprodução/ EPTV

Os coletores de recicl√°veis Valdemir Rodrigues e Zilma Ara√ļjo trabalhavam no comércio e ficaram desempregados na pandemia. Eles encontraram no projeto um meio de sustentar a fam√≠lia.

"A melhor maneira que eu observei de manter a minha casa, a minha fam√≠lia, pagar minha √°gua, pagar minha luz, foi a reciclagem", conta Rodrigues. Ele j√° tem um sonho para continuar no ramo: ter o próprio caminh√£o para conseguir coletar os recicl√°veis.

"Só de ter a comida em casa para os meus filhos vale qualquer coisa", diz Zilma.

Quem quiser se inscrever no projeto pode entrar em contato pelo telefone (16) 99130-9717.

Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca

Vídeos: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Fonte: G1

Comunicar erro
REALIZE

Coment√°rios